Quarta-feira, 7 de Novembro de 2012

um momento das estórias que fazem parte da história

 

 

 

Vargas Llosa, su esposa Patricia Llosa, José Donoso, Mercedes Barcha (esposa de García Márquez), Pilar Donoso (esposa de José Donoso) y García Márquez, en Barcelona en los setenta. / CORITA

 

Vale ainda a pena ler o artigo

¿Por qué hay que matar el ‘boom’?

publicado por C. às 09:44
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Carriço a 7 de Novembro de 2012 às 13:02
Para mim, realmente impressionante é que, num espaço relativamente curto de tempo, uma língua tenha os nomes referidos na legenda e ainda... Juan Rulfo, Cortázar, Onetti e Fuentes, por exemplo. E anda "mortinho" por juntar a esta lista Bioy Casares e, principalmente, Lezama Lima, mas não tem calhado.
De C. a 7 de Novembro de 2012 às 13:56
O Cortázar aborda o boom latino-americano na tal entrevista, e confere-lhe a naturalidade de a espaços num determinado território surgir uma geração como foi a do Lorca, Cernuda, Alberti em Espanha- que vai ser difícil de suplantar, mas quando o for ...infelizmente duvido que esteja cá para testemunhar.
Dos poucos elementos que tenho vindo a reunir, creio que etse boom se dá pela afirmação da originalidade, sem, no entanto, quebrar definitivamente com as influências. Por exemplo. em "Os Passos Perdidos" do Alejo Carpentier (que é muito bom) , dá para perceber essa questão de até dada altura tudo o que era estrangeiro, sobretudo europeu, era o melhor, era o tipo de arte a que se devia aspirar, logo as criações não tinham uma voz própria, eram uma cópia, faltava-lhes alma. A dada altura os autores começam a olhar para a realidade que conhecem, começam a afastar-se de modelos reconhecidos e ter uma expressão própria. numa outra vertente questiono a importância, ou influÊncia dos regimes- porque esse é um traço comum nos países sul-americanos.
O "problema" do Casares talvez seja a estreita relação com o Borges- não que um anule o outro, mas Borges é um "absurdo" difícil de ultrapassar ou até de conviver.:D

Comentar post

.pesquisar

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds