Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2012

Curiosa (mas srs editores...o preço é de fugir)

 

 

As peripécias vividas pelo soldado Svejk, enredado nas aventuras e desventuras do seu regimento de infantaria em combate na Primeira Guerra Mundial, servem como pano de fundo à obra-prima de Jaroslav Hasek, publicada originalmente em 1923. O tom satírico, aliado a um uso desenvolto e subversivo da língua – recorrendo a expressões obscenas, ao calão e a jogos linguísticos de sentido múltiplo –, são os instrumentos de Hasek para evidenciar o absurdo da guerra.
Romance picaresco por excelência, «O Bom Soldado Svejk» parodia, por um lado, a figura literária do herói e a austeridade burguesa da literatura oitocentista, e, por outro, a glorificação do nacionalismo e dos ideais militares. Svejk, o perfeito anti-herói, guarda na memória um tesouro infindável de mirabolantes histórias que viu, viveu ou ouviu contar. Tragédias tão cómicas quanto terríveis, episódios burlescos de faca e alguidar, miséria, horror e violência, ao lado dos prazeres da vida e do encontro da consolação. Talvez seja a descrição da natureza humana o que faz deste livro um clássico da literatura universal.
Jaroslav Hasek trata os grandes temas da – amizade, religião, morte – com a leviandade de que só os grandes escritores são capazes, porque domina magistralmente o artifício do humor. Assim se explica que o soldado Svejk, na sua costumeira ligeireza, evoque Shakespeare sem que nada se perca pelo caminho: «Como está a ver, senhor, há coisas entre o céu e a terra que nem nos passam pela cabeça.»

 

 

publicado por C. às 10:45
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De numadeletra a 14 de Dezembro de 2012 às 15:01
Um forte candidato às minhas leituras de 2013...
De C. a 14 de Dezembro de 2012 às 15:30
Livro parece bastante interessante, mas a edição portuguesa é puxadinha. Calculo que terá de ser o paperback importado.
Numa de Letra- já começou a fazer a lista das leituras de 2013?:D
(No fim de cada ano penso no que quero ler no próximo- a verdade é que nem sempre cumpro, surgem sempre surpresas;))
De numadeletra a 14 de Dezembro de 2012 às 16:03
Estou sempre a aumentar a lista de livros que quero ler, C... já pensei nalguns para 2013, sim ;-)

Vou pedir ao Pai Natal para aumentar a duração dos meus dias e que esse acréscimo só possa ser gasto em leituras!
De C. a 16 de Dezembro de 2012 às 19:18
Gosto do acréscimo do tempo de leitura, já dos dias não sei;)
Como se costuma dizer pedir não custa- talvez o sr de vermelho resolva vir a este país passar férias e aproveite para satisfazer uns quantos pedidos :P .
No espírito da época- Boas Festas:D

Comentar post

.pesquisar

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds