Domingo, 12 de Maio de 2013

Nas horas que me pertencem

(...) Estamos insatisfeitos com a nossa posição, pensamos constantemente em mudá-la, tomamos uma decisão atrás da outra sem as levar à prática. Por fim, desistimos, e sem saber como demos uma volta! De facto, devíamos dizer: algo nos fez dar essa volta. É este o padrão do nosso agir, tanto em momentos de paixão como nas decisões longamente planeadas.(...)

 

 O homem sem qualidades (tomo II) de Robert Musil, trad. João Barrento, Dom Quixote, p.99

publicado por C. às 21:22
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

.arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds