Sexta-feira, 30 de Outubro de 2015

Mit alle Augen sieht die Kreatur das Offene

VIII

 

Ver o Aberto
o Infinito Além:
alguma vez foi possível?

O que se vê não se vê realmente
o que se sente
a si mesmo se ultrapassa

O espelho olha-nos
mas nele somos só o devolvido
a superfície do real
que nos fita e fora
como um animal virtual
uma estática efígie

O animal
vigilante e quente
quer contacto
quer tocar

                   morder

                               roer
depois deitar
                       dormir

estar plenamente

entregue

Mas nós
queremos sempre estar     e ser
queremos ver

Eternamente inquietos
enchemos as salas do espectáculo da vida
assistimos
e participamos na performance
sem nunca podermos
realmente ver


 

VIII-A

 

Ver
o Infinito Além

                       aberto

 

O animal quer

                            tocar

                        morder

                              roer

                           deitar

                        dormir

             estar entregue

 

Nós queremos

                               estar

                                   ser

                                   ver

sempre plenamente

                sem podermos

 

 

 

VIII-B

 

O espelho olha-nos

                          fita-ns de fora

 

Nós vemos

                           o devolvido

                           o virtual

                           a estática efígie

 

Inquietos assistimos

sem nunca podermos

ver

        o Infinito Além

 

Rilkeana de Ana Hatherly, Assírio & Alvim

 

publicado por C. às 13:44
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Ana.crónica a 30 de Outubro de 2015 às 16:33
:) Tão bom.

(é uma das minhas elegias preferidas do Rilke)

Comentar post

.pesquisar

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds